3 de setembro de 2012

Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros é recheado de cenas clichês

O filme do diretor Timur Bekmambetov (O Procurado), “Abraham Lincoln: Caçador de Vampiros” (Abraham Lincoln: Vampire Hunter), conta a história fictícia do famoso ex-presidente dos EUA, Abraham Lincoln. Misturado a um terror estilo “caça vampiros” que já estamos cansados de ver. O filme estreia no dia 7 de setembro nos cinemas.

O longa narra a história de Abraham Lincoln (Benjamin Walker), um jovem que vê sua mãe ser assassinada por um homem misterioso. Ele cresce com desejo de vingança. Quando adulto, ele vai atrás do assassino e descobre que ele é uma terrível criatura, um vampiro. Depois de ser atacado pelo mesmo, e ser salvo por Dominic Cooper (Henry Sturgess), ele participa de treinamentos especiais para caçar todos os Vampiros que cruzarem o seu caminho. Depois do treinamento, Abraham se muda para uma cidade pequena dos EUA, onde arruma um emprego e tenta concluir os estudos para se tornar advogado. Lá ele conhece a jovem Mary Todd (Mary Elizabeth Winstead) por quem se apaixona e se casa. Pareado a isso está à caça aos vampiros e a vontade de mudar a opinião pública e defender o seu país.


O famoso Presidente dos EUA, que marcou a história por liderar o país durante sua maior crise interna, a Guerra Civil Americana, tem um grande desafio pela frente: caçar aos vampiros. Eles estão disfarçados na sociedade e querem dominar mundo. No melhor estilo “Van Helsing”, Lincoln usa seu machado em cenas de ação coreografadas e em câmera lenta (característica marcante do diretor).



O filme é confuso e mal elaborado, pois muda o tempo inteiro de vertentes. Ora parece que estamos assistindo um filme histórico sobre o Presidente, ora parece que estamos acompanhado mais um filme vampiresco. Do meio para o fim, simplesmente, o protagonista abandona seu “machadinho” e o aposenta para tratar de negócios e constituir uma família, como se os vampiros são existissem mais.

A questão da abolição da escravidão também é abordada no longa, através do personagem Anthony Mackie (Will Johnson) que é amigo de infância de Lincoln. Ponto positivo, pois esta questão marcou seu governo, devido à proclamação que publicou em 1862, que concedia a liberdade aos escravos dos estados confederados. A proclamação serviu de modelo para outras nações.

Recheado de cenas clichês, como susto na chuva ou lutas com o trem em movimento, o filme investe pesado nos efeitos visuais com cenas relevantes, como a luta de Abraham com o vampiro em meio aos cavalos. No elenco desconhecido, o principal destaque é o próprio herói interpretado pelo ator Benjamin Walker. Ele soube amadurecer o personagem de acordo com as fases da vida e ficou parecido com o verdadeiro Lincoln, na caracterização, quando mais velho.



Os vampiros lembram outros personagens de filmes com a mesma temática, como os de “Blade- O Caçador de Vampiros”, “A Hora do Espanto” ou do próprio “Van Helsing”. Eles mantêm a tradição vampiresca, da bala de prata que é mortal, e a clássica mordida no pescoço.


O fato é que a mistura da realidade tão concreta com algo meramente comercial pode ter prejudicado a produção. E é claro o patriotismo exacerbado é o tempo todo presente no filme.  Abraham e seu país acabam com os inimigos, no caso os vampiros. E na vida real? Quem são esses inimigos?

O filme tem muita ação e uma história confusa, o desfecho dá espaço para uma continuação. O que assusta um pouco é pensar no Barack Obama ou sei lá Mitt Romney atrás das criaturas da noite.

Avaliação: Ruim

Trailer do filme:

Confira a música tema do filme da banda  Linkin Park,canção Powerless:




Postado por Jorge André Pereira, parceiro e convidado do Coffee and Movies. Você pode encontrar Jorge Andre através do seu blog pessoal(Aqui).

0 comentários:

Postar um comentário

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...