21 de setembro de 2012

Quando o inexplicável pode ser explicado


O suspense Poder Paranormal mostra ao telespectador como fenômenos paranormais podem estar recheados de fraudes


Será que nós podemos acreditar em milagres? Pessoas normais podem se comunicar com os mortos, ou curar os doentes? Essas são as questões abordadas no suspense do espanhol Rodrigo Cortés, Poder Paranormal, que estreia hoje no Brasil. Margareth Matheson (Sigourney Weaver) é uma cética irredutível. Professora de psicologia, ela acredita que tudo pode ser explicado e entendido. Durante trinta anos ela vem investigando fenômenos paranormais registrados no país, a fim de apontar suas fraudes.

O filme já começa com uma das sessões a que Margareth vai testemunhar. Acompanhada de seu fiel assistente, o físico Tom Buckley (Cillian Murphy), a pequena equipe não registra nenhum sinal da presença de um espírito durante a sessão (queda de temperatura, falhas nos aparelhos elétricos ou alteração na taxa de energia magnética no ambiente). Nenhum dos equipamentos da aparelhagem de análise do time registra qualquer atividade paranormal. A sessão acaba e ambos já sabem que se trata de uma fraude.

A cena seguinte se passa na sala de aula da universidade onde Margareth ensina. Com a assistência de Tom, ela explica como é possível fazer uma mesa levitar com truques puramente físicos. Tom demonstra sua explicação e a turma vai a loucura ao perceber que sim, muitos ditos médiuns são falsos e utilizam esses mesmos métodos desmascarados em sala para impressionar seus “clientes”.

Diálogo após diálogo, percebemos que Margareth está certa de que não existirem atividades paranormais. Essa certeza é dividida com o jovem Tom. Até que um antigo médium conhecido como Simon Silver (Robert De Niro) retorna aos holofotes. Desaparecido por 30 anos (mesmo tempo em que Margareth esteve em ação), Silver agenda uma nova aparição, em um show de cura, adivinhação e fé.


Em outra missão, a equipe (com a participação de uma das alunas de Matheson e love affair de Tom) vai a um dos famosos shows paranormais da cidade. Um suposto aprendiz de Silver está no mercado há anos, adivinhando os nomes das pessoas, seus endereços, doenças, problemas, tudo do mais impressionante. Ele toca as pessoa onde existe um tumor, por exemplo, e diz que elas estão curadas, em nome de Jesus. Durante o show vemos como é totalmente possível manipular essas apresentações mesmo sem cúmplices na platéia. Tudo se trata de enganar o público.
  
Apesar das advertências de Margareth para Tom não se aproximar de Silver, ele decide investigar o médium. A partir daí o suspense não para mais. Todas as investidas de Tom para identificar um ponto fraco em Silver são fracassadas, e ele acaba ficando obcecado. Margareth explica a ele porque nunca quis se envolver com as apresentações de Silver, e que o cara é perigoso, mas Tom não ouve. Ele tem certeza convicta de que tudo que Silver faz tem uma explicação, e ele não vai descansar até encontrar.

O longa começa a ficar intenso de uma forma tão louca que chega a ser confuso. Não dá pra entender direito o que se passa na cabeça de Tom e o que é real. Sem contar que a gente fica tão vidrado nas agressões que o Tom sofre que acreditamos mesmo nos poderes infalíveis de Silver! O velho, apesar de cego, bota medo em qualquer um!

Mesmo sendo uma grande fã de suspense como sou, e adorar os atores Cillian Murphy e o Robert De Niro, achei o filme um pouco fraco em alguns pontos. Numa conversa louca entre Tom e Silver, até fiquei com sono. Algumas cenas são confusas e eu confesso que depois de hoje vou tentar assistir ao filme outras vezes, para entender alguns diálogos e questões que, para mim, não ficaram claras. Mas, apesar do desenrolar meio confuso, Poder Paranormal traz um final sensacional e surpreendente! Compensou pelo sono!

Sigourney Weaver, como sempre, brilha num ambiente misterioso e paranormal. De Niro não poderia ser diferente do que sempre é: incrível. Ele é instigante, superior, e poderoso. Cillian Murphy interpreta aquele tipo de herói que fica meio louco pelas situações inusitadas da história, mas no fim das contas se encontra e sabe bem das coisas.

Pra quem não se interessa por essas investigações e teorias da conspiração, o filme não vai acrescentar nada. Mas eu adoro isso e gostei do longa. O final faz valer o ingresso.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...