28 de outubro de 2012

Sirensong - O Perigoso Chamado da Rainha, de Jenna Black

No terceiro volume da série de Jenna Black, Dana finalmente conhecerá Faerie, o misterioso mundo das fadas, e suas perigosas criaturas 


Sinopse: Sirensong é o terceiro livro da série Faeriewalker. Neste volume, Dana é convidada a ir a Faerie para ser oficialmente apresentada à Corte Seelie. Porém, Titânia, a rainha, a quer morta. O convite não pode ser recusado e Dana, seu pai e seus amigos rumam a uma viagem cercada de perigos, ataques, ameaça e medo. Será que ela conseguirá vencer esses desafios? Uma saga surpreendente, recheada de aventuras e romance.

Dana Hathaway realmente não consegue ser uma garota normal. Quando ela decide fugir de casa e da mãe alcoólatra para finalmente conhecer seu pai, ela esperava do fundo do coração que poderia viver a vida de uma adolescente comum: ordinária e pacata. Tudo o que acontece depois que ela chega a estranha cidade estado de Avalon, mostra a ela que ela pode ser tudo, tudo mesmo, menos uma garota normal. 

No primeiro livro da saga de Jenna Black, Glimmerglass, publicado pela editora Universo dos Livros, Dana chega a uma cidade que ela nunca ouviu falar de verdade, apenas superficialmente por sua mãe. E é claro, se ela achava que a cidade seria apenas o lugarzinho bonitinho onde seu pai morava e mandava, ela estava muito enganada. Durante toda sua vida, Dana assumiu responsabilidades demais, e colecionou decepções e rancores demais. Em Avalon, não foi diferente. 

Primeiro foi sua tia, que parecia a querer morta ou aprisionada desde o primeiro instante em que a conheceu. Depois foi seu pai, que demorou dois dias para procurá-la, mesmo sabendo que ela estava na cidade. E depois foram seus dois novos amigos: Ethan e Kimber, que a enganaram e usaram para dar ao pai a influência política de Dana. Isso tudo vivendo numa cidade que faz fronteira com o mundo das fadas, Faerie. 

Ao passo que ela sempre isolou o mundo e as pessoas, para se proteger das despedidas, em Avalon, Dana aprendeu a perdoar e até mesmo a confiar, um pouco. Sua dificuldade em confiar nas pessoas traz um grande e complexo problema para a garota desde o começo, tanto em Shadowspell quanto no terceiro volume da série, Sirensong. Por que o livro tem esse nome? Porque Dana descobriu que, além de ser uma Faeriewalker (uma pessoa que pode viver tanto no mundo mortal quanto no mundo feérico, e pode levar magia e tecnologia para os dois lado), que é uma categoria rara da espécie, ela descobre que também pode fazer magia! Quando Dana canta, sua voz funciona como um chamado para a magia, que a atende e enche de poderes. 

Logo no início da trama, Dana e seu pai são convidados a um jantar de gala que será oferecido em homenagem ao príncipe Henry, da corte Seelie (a mesma a qual o pai de Dana pertence). O cara é filho da Rainha Titânia, com quem o pai de Dana já teve um rolo E um filho. Sabe aquelas relações das antigas cortes reais? O pai da Dana era cônsul da Rainha, ou seja, brinquedinho sexual dela haha 

Até aí, é compreensível que Henry não goste do pai dela, afinal, a Rainha largou ele o pai para ficar com o cara, e ele ainda deu outro filho à ela! Mas as coisas ficam tensas quando o Príncipe anuncia que a Rainha convidou Dana e sua família e amigos para visitar a corte Seelie, em Faerie. Como nada na corte é simples, o convite é na verdade uma intimação, e recusá-lo é uma tremenda grosseria que pode resultar em prisão e outras coisas ruins. Eles ficam então sem saída a não ser ir para Faerie. 

Os irmãos Ethan e Kimber, obviamente, não iriam deixar que ela fosse sozinha pra terra das fadas né?

Desde sempre, é muito claro que ambas as Rainhas de Faerie têm planos de matar Dana. Então eles partem numa caravana escoltada pelo exército particular do Príncipe: Dana, seu pai, Ethan, Kimber, Finn (o guarda costas de Dana) e Keane (o filho do guarda costas que dá aulas de defesa pessoa para a garota). Dois dias a cavalo, algumas aventuras perigosas e encontros com um formidável amigo Caçador Bárbaro depois, e a caravana chega ao palácio da Rainha Titânia. 

Por mais desagradável que a viagem tivesse sido, as coisas só ficam realmente ruins quando eles chegam à corte, e participam de um plano malvado de alguém que quer fazer Dana parecer uma assassina. A partir daí, o grupo de amigos se separa, se junta, briga, faz as pazes, e passa por maus bocados para tentar voltar para Avalon e pedir ajuda pelos que foram capturados no palácio. 

Dos três livros já lançados, esse foi o que gostei mais. Dana está um milhão de vezes mais madura nessa etapa, e parece finalmente estar disposta a assumir suas falhas para tentar repará-las. Gostei especialmente de finalmente conhecer Faerie. Nos outros livros, vimos e revimos vários seres do mundo mágico passarem pelo caminho de Dana, principalmente o Erlking, que mais me parece um lobo mau sedutor que me deixaria louca! Haha De todo modo, gostei de como a história se desenrolou. Por muitas páginas do livro, tive certeza de que Finn estivesse morto, e o pai de Dana muito ferido. Acho justo quando um autor considera seus leitores aptos a receberem más notícias, afinal, as pessoas morrem de batalhas como essas! E viver num mundinho feliz onde ninguém se machuca e todos sobrevivem felizes para sempre é coisa de gente que não sabe escrever sobre a vida. 

A realidade de Dana também me pegou pesado no final do livro, quando ela encontra a mãe desacordada na banheiro de casa, depois de desmaiar no banho de tão bêbada. Imaginar uma situação dessas já é difícil, agora acrescente a negação da mãe dela ao dizer que não estava bêbada, só precisa de um tapetinho de chuveiro para não escorregar mais. Essa realidade de ser filha de alguém alcoólatra é muito tensa, e acho que Jenna Black não ameniza parte nenhuma dessa relação. 

Em Sirensong, descobrimos que Faerie é, com certeza, o lugar mais misterioso do mundo! Nada é o que parece e nada é claro. A única coisa que Dana tem certeza é que ela está disposta a qualquer coisa para garantir a segurança daqueles que ama, custe o que custar. 

0 comentários:

Postar um comentário

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...