23 de novembro de 2012

Curvas da Vida mistura a paixão pelo beisebol e a relação conturbada de pai e filha


 “Curvas da Vida” tem muitas cenas clichês. Porém, vale a pena pelos atores e por seu roteiro tão bem produzido. É um filme que flui naturalmente sem esforço e sem surpresas. O longa estreia no nessa sexta-feira (23) de novembro nos cinemas de todo Brasil.


Gus Lobel (Clint Eastwood) é um veterano olheiro de beisibol que aposta todas as fichas em seu feeling sobre os jogadores. Restando apenas três meses para o fim de seu contrato, ele começa a ter problemas de visão, devido a um glaucoma. Escondendo a doença de todos, Gus é enviado para analisar Bo Gentry (Joe Massingill), um promissor rebatedor que pode ser a escolha de sua equipe no próximo draft. Entretanto, ao desconfiar que há algo errado com o velho amigo, Pete Klein (John Goodman) pede à filha dele, Mickey (Amy Adams), que o acompanhe na viagem.


Mickey trabalha como advogada e está prestes a se tornar sócia na empresa mas passa por cima dos compromissos profissionais para acompanhar o pai, apesar deles terem um relacionamento problemático. Juntos, pai e filha avaliam o potencial de Gentry e encontram Johnny Flanagan (Justin Timberlake), um ex-jogador de beisebol que é olheiro de outra equipe.

Depois do lançamento do ótimo “Gran Torino", Clint Eastwood estava afastado das telonas (como ator) desde 2009. No longa, Clint interpreta um senhor rabugento, cheio de manias e grande olheiro do beisebol, que sofre muito ao perceber que está perdendo a visão, sentido que é indispensável na sua profissão. Ao mesmo tempo, ele é assombrado pela culpa do abandono que tem em relação a sua filha. Entra em cena, então, a bela Amy Adams (indicada ao Oscar pelo filme “O Vencedor”) que enche a tela com seu carisma e sua bela atuação de uma filha carente de atenção do pai que tanto admira.

Além do drama familiar, o filme foca na questão dos novos talentos do beisebol e seus olheiros. É interessante acompanhar a evolução e o começo dos atletas, o deslumbre e o sonho de tornar-se um grande astro do esporte. O ator e cantor Justin Timberlake (O Preço do Amanhã) é um ex-atleta com um trauma físico, ele é amigo do personagem de Clint, e entra em cena para conquistar a personagem de Amy Adams.

O ritmo do filme é bom, e seus personagens são envolventes.Porém, em alguns momentos, o longa perde o fôlego, deixando o espectador um pouco perdido, tentando imaginar um desfecho digno para a história. Até que um personagem explorado de maneira sútil do início até o meio do filme, ganha espaço dando um rumo plausível ao desfecho. Muitas cenas clichês, como a da conversa beira lago entre os personagens de Timberlake e Adams.

Mas o filme é agradável de assistir. A fotografia tem aquele clima de cidadezinha do interior, o que é bem explorado. O grande trufo da produção são os protagonistas, tanto Clint como Amy dão um show nas cenas e conseguem  transmitir as emoções de seus personagens e os dois lados são mostrados. Tanto a visão dele; a questão da dificuldade de criar só uma filha de seis anos, depois da morte da mãe, a proteção na cabeça do pai de manda-lá embora e não ligar mais. Como a da filha, que interpretou a criação de seu pai como uma rejeição, e na verdade, nunca entendeu porque ele foi tão distante dela.

Vários pontos da relação familiar são discutidos no filme. Além da descoberta daquilo que realmente é importante ao longo da vida. Mickey percebeu a sensibilidade do pai para o beisebol, mesmo com a visão afetada, ele sabia exatamente as características dos jogadores. E ela, apesar da vida atarefada na cidade, soube deixar sua paixão pelo esporte falar mais alto e surpreender a todos, inclusive seu pai. Recomendo “Curvas da Vida” para quem curte dramas familiares.

Avaliação: Bom

Trailer do filme:





Postado por Jorge André Pereira, parceiro e convidado do Coffee and Movies. Você pode encontrar Jorge Andre através do seu blog pessoal(Aqui).
Confira mais:


1 comentários:

  1. Ahh eu gosto de filmes clichês, e se o filme é tranquilo beleza, mas parece mais um filme de sessão da tarde... mas é melhor esperar pra sair em dvd neh.. mas quero ver com certeza.

    ResponderExcluir

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...