21 de dezembro de 2012

Hart of Dixie e os encantos de Bluebell

Olá queridinhos! 
Hoje vim falar sobre uma nova série que comecei a assistir no semestre passado e AMEI! 

Desde que essa série lançou nos Estados Unidos, ainda em 2011, eu me interessei muito! Ela é protagonizada pela Rachel Bilson, que interpretou a Summer em The OC. Demorei e consegui encontrar tempo para conhecer. Ainda bem, porque eu adorei tudo! O seriado que estou falando é o Hart of Dixie.


Transmitida pela badalada emissora de TV americana, The CW (a mesma de Gossip Girl e The Vampire Diaries), a série conta a história de uma jovem médica chamada Zoe Hart (Rachel Bilson). Durante a cerimônia de formatura do curso de medicina, Zoe conhece Harley Wilkes, um senhor de idade, dono de uma clínica em uma pequena cidade do Alabama. Comovido pelo discurso da jovem, o Dr. Wilkes lhe oferece um emprego em Bluebell. Obviamente, Zoe nega a proposta, e conta a ele que tem um plano. 

Dois anos depois, Zoe vivia o sonho perfeito: formada, com um namorado também médico, trabalhava em um importante hospital de Nova York e ganharia uma bolsa para estudar cardiologia e se tornar uma grande cirurgiã de coração, como seu pai. Mas tudo muda quando seu chefe, que deveria indicá-la para receber a bolsa de estudos, afirma que ela não está preparada para o cargo. Zoe não entende na hora, mas o médico diz que a jovem doutora não vê os pacientes do hospital como pessoas, mas sim como meros casos resolvidos.

Apesar de talentosa e brilhante, Zoe precisa aprender a se envolver com as pessoas que trata, e não apenas a salvar suas vidas. O chefe define então que, para ser indicada para a bolsa, ela deverá passar pelo menos um ano atuando como clínico geral e lidar com todos os tipos de enfermidades, para desenvolver seu lado emocional com relação aos pacientes. O único problema é: não há um único hospital em Manhattan que tenha vagas para clínicos gerais. Pra melhorar, a jovem médica leva um pé na bunda do namorado. 

É então que Zoe se lembra do Dr. Wilkes, aquele velinho que a procurou em sua formatura. Ao longo dos dois anos após a formatura, Harley Wilkes enviou diversos cartões postais de Bluebell, sempre dizendo como sua clínica poderia aproveitar os talentos da doutora. E essa é a solução: Zoe Hart se mudaria por um ano para o Alabama. 

Nova-iorquina, fashionista e fresca como é, a mudança é totalmente radical. Sempre de saltos altos e shortinhos, Zoe tenta a cada dia se adaptar a nova cidade, sem perder sua essência agitada e de fala acelerada. Assim que desce de um “luxuoso” ônibus, perto de Bluebell, a primeira pessoa que Zoe conhece, e que lhe dá uma carona até a cidade, é o lindo e inteligente advogado George Tucker (Scott Porter). Bonitão, nascido no Sul, mas sem qualquer traço de caipira, George estudou direito em Nova York, e logo de cara se interessa pelos ares renovados da médica. 

Infelizmente, George não pode se interessar tanto assim, já que está noivo há milhões de anos de Lemon Breeland (Jaime King), uma das queridinhas da cidade, chefe do grupo de garotas conhecido como The Bells. Entre as confusões criadas por jovens adultas malvadas, Zoe descobre não só que Harley Wilkes havia falecido alguns meses antes, mas também que ele lhe deixou a sua metade da clínica como herança. Duas perguntas: metade da clínica? Herança? Sim, Zoe também descobre que o tal senhor era na verdade o seu pai! E quando vivo, Harley dividia sua clínica com o Doutor Brick Breeland (Tim Matheson), pai de Lemon que, assim como a filha, não está nada feliz com a chegada de Zoe. 

Apesar de achar que terá problemas com todo mundo na cidade, além dos problemas que já tem com os pais (principalmente agora que sabe quem é seu verdadeiro pai), Zoe fica amiga do prefeito da cidade, Levon Hayes (Cress Williams). Ex-jogador de futebol americano, simpático, divertido e generoso, o prefeito dá a Zoe um lugar para morar (uma pequena casa em sua propriedade), além de lhe oferecer café da manhã todos os dias haha Junto com ela, Levon mantém um outro hóspede: o gostosão Wade Kinsella (Wilson Bethel), que desperta sentimentos loucos na doutora. Nasce uma tensão sexual intensa entre os dois vizinhos, um sempre provocando o outro. 

Mas tudo começa a se tornar amável e cativante quando o improvável acontece: Zoe passa a gostar de viver em Bluebell! Ao se mudar para o Alabama, a última coisa que jovem médica esperava era se encantar pelo estilo de vida interiorano. Sim, ela continua metida e com seu jeito diferente de vestir e usar o cabelo, mas em Bluebell, Zoe se apaixona, se diverte, faz amigos (adolescentes, adultos, velhos...), aprende mais a cada dia e descobre a importância de ouvir a história de cada um de seus pacientes para entendê-los melhor e adquirir experiência. 

A cada episódio, somos expostos a uma nova tradição da cidade e a novas e loucas situações que, por mais estranhas que pareçam, conseguem nos conquistar. Até eu já começo a pensar que nem seria tão mal assim viver num lugar como Bluebell haha

A série está na segunda temporada, mas não é transmitida aqui no Brasil. Vai ao ar todas as segundas-feiras e eu tento sempre poder acompanhar.



1 comentários:

  1. Oi,Luísa adorei sua dica!Desde que essa série foi lançado escutei muito sobre ela mas ainda não conferi. Quem sabe nas férias não é mesmo?Bjokas e ótimo post!

    ResponderExcluir

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...