19 de abril de 2013

Crítica: Ginger & Rosa é um filme que fala de relacionamentos em um período de forte contexto histórico



O longa “Ginger e Rosa” da diretora Sally Potter (Porque Choram os Homens) foca na amizade de duas garotas no ano de 1962. Como elas lidavam com seus relacionamentos e com o contexto político da época. Elle Fanning (irmã de Dakota Fanning) é a protagonista.

A trama se passa em Londres nos anos 1960, durante a época da Guerra Fria. Na história, uma adolescente rebelde, Ginger (Elle Fanning) tenta salvar o mundo de uma aniquilação nuclear mas tudo pode ser colocado a perder por conta de seu pai (Alessandro Nivola), um pensador e escritor carismático, que se desentende com a filha ao se envolver com a melhor amiga dela, Rosa (Alice Englert).

O longa aposta nas boas atuações e nas incertezas da idade das protagonistas e do futuro, pois na época as pessoas estavam com medo de uma guerra nuclear e da extinção do mundo.A partir deste tema, uma narrativa envolvente vai se construindo entre os relacionamentos de Ginge tudo começa pela família, a mãe (interpretada por Christina Hendricks) um tanto autoritária e deprimida vivendo em um casamento infeliz, o pai um músico boêmio com ideias Marxistas que apoiava a filha em suas irresponsabilidades por defender valores parecidos e depois a relação com a melhor amiga, Rosa, sua companheira desde que eram crianças.

Ambas com personalidades diferentes: Rosa era pra frente e muito liberal, e Ginger a via como um espelho. Em várias cenas podemos perceber Ginger observando discretamente como a amiga agia em várias situações comum na adolescência, para poder imitá-la como por exemplo, quando ambas estão no beco escuro com os garotos, ou (para mostrar rebeldia) na hora de fumar um cigarro. 

No início, as duas amigas são cúmplices e inseparáveis. Do meio para o fim, devido ao interesse amoroso de Rosa pelo pai de Ginger, as coisas começam a tomar outro rumo. Além disso o linga apresenta  a relação difícil de Ginger com sua mãe. 

Com excelentes atuações, e em meio a atores consagrados (como Timothy Spall e Annette Bening) o destaque é todo de Elle Fanning que soube expor todos os  sentimentos de Ginger.  A forma única que Elle moldou a sua personagem em todo decorrer do longa  é admirável. Ao mesmo tempo em que ela lidava com a relação inaceitável da melhor amiga com o pai, ela estava ligada a protestos contra a guerra, e era considerada militante, e ainda tinha que lidar com  o turbilhão de acontecimentos da sua vida pessoal. Em uma cena podemos perceber exatamente isto, quando estão todos reunidos na casa de Ginger para uma conversa com a garota e então percebe-se que a guerra não estava acontecendo apenas no mundo externo, mas também no "mundo interno" de Ginger

A caracterização e a trilha sonora com grandes clássicos da época, também são pontos positivos para o filme. O desfecho entreaberto soma positivamente pois explora as incertezas da época, por causa de uma guerra nuclear sempre iminente. “Ginger e Rosa” é um filme despretensioso que fala de relacionamentos em uma período de forte contexto histórico, onde os maiores anseios do jovens era a preocupação com o amanhã e a luta por um ideal. Recomendo! 

Avaliação: Ótimo





2 comentários:

  1. estou louca demais para ver esse filme
    até comentei sobre ele no meu blog.
    essa é uma obra de arte

    beijos
    http://acessoriosecafeina.com

    ResponderExcluir
  2. Quero muito ver esse filme!
    Ótima critica!
    Bjs

    http://oacucareiro.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...