17 de agosto de 2013

Crítica: Bling Ring: A Gangue de Hollywood- O filme aborda a futilidade, o cinismo desses jovens bonitos, ricos e alienados



Chegou aos cinemas nesta última sexta-feira (16) o filme “Bling Ring: A Gangue de Hollywood” novo projeto da diretora Sofia Coppola (As Virgens Suicidas) o longa é protagonizado por Emma Watson (As Vantagens de Ser Invisível). 

Nicki (Emma Watson), Marc (Israel Broussard), Rebecca (Katie Chang), Sam (Taissa Farmiga) e Chloe (Claire Julian), entre outros jovens de Los Angeles têm em comum uma vida meio vazia, de pais ausentes; como Laurie (Leslie Mann), mãe de Nicki, que não tem a menor noção do que as filhas estão fazendo nas ruas, durante o dia e, pior, durante a noite. Fascinados pelo mundo glamuroso das celebridades das revistas, como Paris Hilton, e artistas como Kirsten Dunst, o grupo começa a fazer pequenos assaltos na casa dessas pessoas, quando descobrem que entrar nas residências deles não é nada difícil. Cada vez mais empolgados com "os ganhos", o volume dos saques desperta a atenção das autoridades, que decidem dar um basta nos crimes dessa garotada sem limites. O longa é baseado em fatos reais.

O filme aborda muito bem a futilidade, o cinismo desses jovens bonitos, ricos e alienados que simplesmente roubam por diversão e por ganância, presos numa sociedade de consumo e ligados a prazeres momentâneos esquecendo as consequências de seus atos.

O filme tem ritmo e característica marcantes das obras de Sofia. O dinamismo a exposição de sentimentos representada na tela com câmera lenta e o subjetivismo de não explicar tudo detalhadamente, e sim em meias palavras, é presente na película. 


Como todo filme baseado na realidade, fica aquela dúvida no ar do que realmente é verdade o que é fantasia. A maior curiosidade neste quesito é se a casa das celebridades invadidas foram inventadas pela produção ou realmente é a própria casa das vítimas. Visto que Paris Hilton faz uma ponta no filme, e sua casa é a mais explorada pela gangue. 

Vale lembrar que para escrever o roteiro de “Bling Ring: A Gangue de Hollywood”, Sofia Coppola se inspirou em entrevistas, relatórios da polícia e notícias de jornais sobre o fato. Coppola também utilizou as suas próprias experiências, o que faz crer que a maioria dos acontecimentos vistos na tela tem mais realidade que ficção. Sofia busca mostrar as sensações e sentimentos dos personagens perante as situações vivenciadas.

A trilha sonora é marcante e presente o tempo inteiro até metade do filme. Músicas no estilo hip hop e pop eletrônico para complementar as cenas. E os cenários são conhecidos; a glamurosa Los Angeles e suas perfeitas casas e coqueiros ao ar livre. 

Todos os jovens atores exercem bem seus papeis, destaque para Emma Watson que consegue traspor toda a falsa personalidade de sua personagem, tanto que a própria atriz revelou em entrevista, que é totalmente diferente de sua personagem, e sequer tem vontade de assistir ao filme. ”Eu me odeio neste filme, e acho que não serei capaz de assisti-lo. Esta é a primeira vez que isto acontece”, afirmou. 

 “Bling Ring” consegue mostrar ao público esse falso mítico glamuor que existe em torno de celebridades que transforma adolescentes ricos em bandidos pelo simples prazer de fazer parte desse mundo fantasioso. Visto que a realidade dessas celebridades não são apenas flores. Lindsay Lohan que o diga... 

Avaliação: Bom 




Trailer:

0 comentários:

Postar um comentário

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...