4 de outubro de 2013

Obsessão- Um drama pesado com ótimas atuações


O novo filme do diretor Lee Daniels, Obsessão, é um drama pesado com ótimas atuações principalmente de Nicole Kidman e Zac Efron, que foge completamente da imagem do adolescente bonzinho e impressiona pela maturidade que nada lembra seus filmes anteriores. 

Sinopse: Ward (Matthew McConaughey) é jornalista de um grande jornal e precisa retornar para sua pequena cidade para fazer a cobertura da prisão de Hillary Van Wetter (John Cusack), acusado e condenado à morte pelo assassinato do xerife local. Os problemas começam quando Jack (Zac Efron), seu irmão mais novo, começa a se envolver com Charlotte (Nicole Kidman), mulher misteriosa e mais velha, que mantinha contato com o prisioneiro.

Apesar de, em certos momentos, o filme ficar cansativo e com excessos de informações, o diretor consegue coordenar ótimas atuações tantos de atores consagrados (McConaughey, Cusack e Kidman) quanto dos “iniciantes” (Efron, Macy Gray e David Oyelowo). O destaque é de Zac Efron que está maduro na sua atuação e Nicole Kidman, que está vulgar e sexy e é responsável pelas cenas mais marcantes do filme. Seja o sexo a distância com personagem de John Cusack, seja na urinada nas feridas de Zac Efron (queimado por águas-vivas), o diretor abusa de excessos nas cenas. Porém, como se trata de Lee Daniels (de Preciosa- Uma História de Esperança) ignoramos os choques (que são muitos) e ficamos no desenrolar da trama.


Cada personagem tem seu próprio drama pessoal, que é explorado junto com a tentativa de descobrir o verdadeiro culpado pela morte do Xerife. Os destinos dos personagens acabam sendo moldados pelas escolhas feitas anteriormente pelos mesmos. A trilha sonora é destaque, com músicas dos anos 60 e 70, que estão presentes em inúmeras cenas. 

Observando o filme (e o diretor) vejo que um dos papeis do cinema é justamente causar reações no espectador, e nem sempre essas reações são boas, às vezes, são repugnantes e fortes.  É isto que Lee Daniels fez com “Preciosa” e acaba também fazendo com “Obsessão”, fugindo de todo clichê possível das cenas e surpreendendo com o destino dos personagens. 

Após o termino do filme, senti aquela sensação estranha de repúdio e até de achar o filme ruim. Porém, ao repensar e observar o longa como um todo, percebo que o diretor apenas narrou uma história de um assassinato envolvendo a complexidade da vida dos personagens, num conjunto que acaba transformando o filme em um envolvente thriller. O longa é uma adaptação do livro homônimo lançado em 1995 por Peter Dexter, que também escreveu o roteiro. 

Avaliação: Bom




1 comentários:

  1. Jorge, sabe oq foi o mais engraçado que aconteceu hoje? Quando estava no job eu vi o trailer desse filme e adorei...claro, achei meio perturbado mas eu vou ver sim. Amei o post Jorge.

    ResponderExcluir

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...