17 de novembro de 2013

Jogos Vorazes- Em Chamas- agrada os fãs, o público e acaba virando um dos melhores filmes do ano


O longa “Em Chamas” é dirigido por Francis Lawrence, que já é velho conhecido de alguns blockbusters de sucesso (como “Eu Sou a Lenda” e “Constantine”).  O segundo filme da trilogia “Jogos Vorazes”, baseada nos romances de Suzanne Collins, agrada não apenas os fãs, mas o público no geral e acaba virando um dos melhores filmes já produzidos baseados em best sellers mundiais. 

Sinopse: A saga relata a aventura de Katniss (Jennifer Lawrence), jovem escolhida para participar dos "jogos vorazes", espécie de reality show em que dois adolescentes de cada um dos doze distritos de Panem, considerado como "tributo", deve lutar com os demais até que apenas um saia vivo. Nesta segunda parte da história, após a afronta de Katniss à organização dos jogos, ela deverá enfrentar a forte represália do governo local, lutando não apenas por sua vida, mas por toda a população de Panem.


 O filme já inicia-se com a forte heroína Katniss, interpretada brilhantemente pela vencedora do Oscar Jennifer Lawrence, tendo de fingir um romance com o personagem de Josh Hutcherson, Peeta, enquanto ainda sente uma atração muito forte por seu amigo de longa data, Gale (Liam Hemsworth). Na parte 2, o triângulo amoroso da protagonista também é abordado, mas não chega a ser o foco principal da trama. 

Do começo até o meio da história o filme vai ilustrando as consequências do último “Jogos Vorazes” que, no filme, foi à edição mais importante por transformar Katniss na queridinha da elite da capital de Panem e também um símbolo de uma revolução e de uma esperança para povo. Katniss quer proteger a sua família e aqueles que ama, quer uma sociedade mais justa e menos ditatorial.

Com um ar mais sombrio (porém com um visual de fotografia e direção de arte incríveis) e um ritmo impressionante (de uma cena importante atrás da outra) a segunda parte é mais seria que o primeiro “Jogos Vorazes”, “Em Chamas” é longo, mas não cansativo. O dilema enfrentado pela protagonista é vivenciado junto com o público e a tensão das cenas na arena dos Jogos, faz com que o filme fique cada vez mais interessante para um desfecho incompleto, mas surpreendente.  


O que deve ser celebrado em relação ao filme é justamente o respeito aos fãs do livro, que veem na tela uma história limpa e super fiel. E para quem nunca leu as obras, uma trama cheia de surpresa e reviravoltas que vai fazendo o público arregalar os olhos a cada cena e esperar a próxima surpresa que estar por vir.

Ao contrário de filmes que só buscam entretenimento, efeitos especiais, ou series literárias que abordam futilidades, “Em Chamas” consegue mostrar que suas referências e criticas estão próximas da realidade. A começar pela questão da ditadura, onde em Panem, o governo é centralizado e opressor, toda forma de rebelião é controlada e monitorada em um lugar nada feliz de se viver que é comandado pelo Presidente Snow (interpretado pelo ator Donald Sutherland). A questão da escravidão do povo recolhido em seus distritos, pessoas que não tem o direito de sair dos locais onde vivem e trabalham, exceto quando são sorteados para participar dos Jogos. A sociedade espetáculo, que tanto no Brasil como lá fora, os reality shows fazem um enorme sucesso e os “Jogos Vorazes” não deixam de ser uma espécie violenta de reallity. A banalização da morte, como é vistos nos jornais todos os dias. Por fim, a separação e a diferença de classes sociais, onde para a elite tudo é luxo, festas e comida, e para o povo: luta pela sobrevivência, miséria e pobreza. 

“Em Chamas” ainda apresenta novos e marcantes personagens que muitas vezes são os maiores responsáveis pelos alívios cômicos nas cenas. A bela Jennifer Lawrence, mesmo tão nova, já tem em seu currículo personagens marcantes (ela também é a Mística dos novos X-men), mas com Katniss ela consegue o diferencial: ser uma heroína decente, guerreira e não apenas uma garota alienada e apaixonada. 

“Em Chamas” é uma conquista monumental; divertido, instigante, emocionante e, com certeza, um dos melhores filmes do ano. Completam o elenco Elizabeth Banks como a caricatural Effie, Woody Harrelson como Haymitch, Stanley Tucci como o apresentador exótico Caeser Flickerman, Jena Malone como Johanna Mason, Lenny Kravitz como Cinna e Sam Claflin como Finnick Odair. 


Avaliação: Excelente 

OBS: É imprescindível assistir a parte 1 do filme antes de assistir “Em Chamas”.  



1 comentários:

  1. Ainda não pude assistir, mas, quero muito, quem sabe quarta-feira! Ótimo post Karla XD

    ResponderExcluir

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...