1 de dezembro de 2013

Ainda bem que o tempo passa

                                               

Final de ano me deixa pensativa. 2013 passou tão rápido. Eu ainda lembro todos os medos e incertezas que eu tinha quando começou esse ano. E agosto foi logo ali do lado, e lembro direitinho de ver a lista de matérias que eu teria na faculdade, e meu medo das coisas que eu teria que passar esse semestre – aqueles professores legendários na faculdade, aquela matéria impossível. Agora eu paro, e vejo que aquela prova que me aterrorizava há alguns meses já foi.

O tempo passa – isso pode ser bom ou ruim. Eu fico feliz do tempo estar passando, e eu tenho sentido muitas mudanças boas. Quando somos mais novos, somos inseguras de muitas coisas. Conversando com algumas meninas, percebi que a maioria passou por tanta coisa parecida: quem nunca teve medo do primeiro beijo, ou de nunca arrumar um namorado?

Ficamos mais velhas, e vamos esquecendo esses medos do inicio da adolescência. A gente esquece a insegurança que tínhamos aos 16 anos de nunca passar no vestibular ou ficar longe das nossas amigas. Parece que tudo isso é apagado conforme as responsabilidades ficam mais sérias e os problemas mais complicados, e todas as nossas antigas preocupações ficam parecendo bobagens.

Eu acredito que dá para olhar para tudo isso com uma perspectiva mais ampla – já pensou que todas essas coisas davam medo por falta de experiência? É a mesma coisa hoje. Mais velhas, nossos medos são diferentes. Mas a essência é a mesma – dá medo porque é desconhecido. Mas o tempo vai passar, você vai aprender mais coisas e ter mais habilidades para lidar com as situações.

Aos quase 21 anos, vejo cada vez mais minhas inseguranças sendo deixadas para trás. Minha mãe vivia me dizendo que depois dos 20 anos, eu ia parar com toda aquela falta de confiança. Eu não acreditava nela. Ela estava certa. Sou um exemplo – em dois anos e alguma coisa, eu passei de uma garota tímida que mal conseguia conversar com as pessoas, quanto mais falar em público – a representante da sala eleita por quase 100% dos votos, e provavelmente uma das pessoas mais falantes da sala. Aos 16, eu não acreditaria que isso seria possível.

Temos experiências, aprendemos com nossos erros, crescemos. Vemos que a vida não é nada tão complicada nem tão difícil – na maioria das vezes, somos nós que complicamos tudo. O que precisamos é confiar na nossa capacidade de enfrentar a vida – e ver que não precisa ser tão difícil quanto parece.
É bom ver o quanto o tempo está passando para nós – ver sonhos realizados, ver conquistas, ver coisas que nós incomodaram demais deixar de ser um problema e cair no esquecimento. É bom poder olhar para trás com orgulho, e talvez com algum arrependimento – mas se a gente não se arrependesse de nada, quer dizer que não aprendemos nada, e talvez cometêssemos os mesmos erros. Ainda bem que o tempo passa.

Imagem do post: weheart.it


Daniela Mendes, 20 anos, futura médica. Seu maior sonho sempre foi cursar medicina. Coleciona sapatilhas e esmaltes, e é apaixonada por livros, seriados, culinária e gatos.

2 comentários:

  1. É assim mesmo. Acho que ao perceber a passagem do tempo, a parte mais difícil é a nostalgia dos dias passados e a vontade de voltar. Rir novamente daquela forma, estar com pessoas tão queridas, sentir-se isento de muitas responsabilidades...

    Beijos.

    Mariana Borges.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre dá uma saudades, mas eu não tenho muita vontade de voltar não. Eu gosto muito mais da minha vida agora... Com as responsabilidades e tudo.
      Obrigada pelo comentário! Bjs
      Dani

      Excluir

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...