8 de dezembro de 2013

Ruptura



Só se vê luzes na rodovia. Alta velocidade, quatro amigas, o amor da sua vida. Todos tão perdidos. À frente, o caminho escuro e por vezes assustador. Atrás, uma cidade em chamas. Uma vida colidindo em outras.Olho fixo para a estrada. Já não tenho a mínima ideia de onde estou – nenhum de nós sabe, na verdade. Mas a sensação de estar deixando tudo àquilo que desmorona para trás é inacreditável. Quero provar a liberdade. Talvez a alta velocidade e a sensação de fugir sejam minha droga.

Quantas coisas estão caindo essa noite. Quantas coisas desmoronaram nessa vida. O sonho e a realidade colidiram, deixando destroços por todo o lado. Essa noite, passado, presente e futuro são um só. Essa noite, não sou eu mesma. Hoje eu enterrei mais um pedaço de mim. Alguma coisa morreu, outra está nascendo.Adrenalina. Cortisol. Medo. Luta ou fuga. Estamos fugindo e tentando voltar para casa. Estamos com medo da estrada escura e estamos rindo de nós mesmos. Nós nos amamos e nos odiamos. Nós vivemos as mesmas coisas e olhamos sobre outra visão. A dor se tornou constante, as magoas transbordaram. Eu nunca estou realmente sozinha, mas já sei que na verdade tudo é uma batalha de um lutador só – você mesmo.

Ao mesmo tempo que quero enterrar o passado de vez, eu continuo revirando. Eu poderia dar aquele passo a frente e fazer o que eu realmente tenho vontade. Eu poderia quebrar as formas, quebrar os padrões, e fazer o inesperado. Jogar tudo para o alto e ficar louca, muito louca, deixar a realidade.
Não, não sou assim. Eu sempre volto para casa. Sou segura, estável e confiável. Mas volto para casa com algumas coisas para trás. Hoje eu virei outra pessoa. Hoje eu quase pulei para fora da minha vida. Por que eu voltei?

Já sei que conforme o tempo passa, mais eu deixo para trás. O novo vem, o futuro chega – mas dizer adeus ainda é difícil demais. É isso que me prende e que me sufoca. Estou num cubo, o céu está caindo e eu tenho medo demais de sair da caixa. De ir em frente. De mudar. De enfrentar e arriscar, de fazer loucuras e poder esquecer tudo aquilo que está doendo.Estamos todos perdidos. Somos confusos e temos responsabilidades demais. Temos medo e a pressão faria qualquer um desabar. Mas olha só, chegamos até aqui. O lugar. O Sonho. Milhares de pessoas queriam ser nós, e já não sabemos quem somos. Temos uma vaga ideia de onde queremos chegar, mas os caminhos estão tortuosos. Mas vamos juntos. Pelo menos dá para rir. Pelo menos dá para ver o copo meio cheio e fingir que está tudo bem. Somos todos quebrados, em pontos diferentes, mas em quantidades iguais.

Eu sou um livro aberto e essa noite minhas páginas estão sendo levadas pelo vento, e as pessoas estão recolhendo os pedaços, tentando ler histórias sem começo ou fim. As metades. Estou transbordando, explodindo, me partido. Rompida. Exposta. De novo, implorando por alguém, qualquer um – junte minhas folhas, eu quero ser completa de novo. Tem tanta gente aqui, mas não tem ninguém.

Só eu.

Imagem do post: weheartit.com

Daniela Mendes, 20 anos, futura médica. Seu maior sonho sempre foi cursar medicina. Coleciona sapatilhas e esmaltes, e é apaixonada por livros, seriados, culinária e gatos.

0 comentários:

Postar um comentário

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...