9 de março de 2014

21 anos



"Tem duas maneiras que você pode usar para superar a dor. Você pode deixar isso destruir você ou você pode usar isso como combustível para mover você: para sonhar maior, para trabalhar mais duro".

Dia 13/03, essa quinta, é meu aniversário. Completando 21 anos e uma sensação forte que a "idade está batendo". Piadas a parte, nunca me senti tão adulta e tão cheia de responsabilidade. Fiquei reflexiva. Resolvi entrar na nova idade deixando alguns problemas para trás, resolver mal-entendidos. Como um novo começo.Quando eu penso no meu último aniversário e nesse ano entre ambos, eu me vejo outra pessoa. Não sou mais a  mesma de tantas maneiras diferentes, que eu não me reconheceria mais.

"Um dos momentos mais felizes da vida é quando você encontra coragem para deixar ir o que você não pode mudar".

Eu já passei por momentos tão ruins que eu acreditei de verdade que nunca mais seria feliz na vida. Então em algum momento do último ano, eu finalmente entendi que ser feliz é escolha. Que todo dia, toda a hora, vão acontecer coisas maravilhosas e coisas horríveis. A escolha que temos é a maneira que vamos lidar com isso. Entendi que o fim de qualquer coisa faz parte e normalmente ele tem um milhão de motivos, mas que só preciso lidar com ele quando ele finalmente acontecer. 

E que fingir que nunca aconteceu não é a melhor maneira de lidar com as coisas que terminam. As vezes é melhor jogar o orgulho de lado e lidar com aquela coisa horrível e dolorosa chamada ferida emocional, porque pode ser um começo para a cura, ao invés de aguardar o tempo (e como esse tempo demora para passar) fazer uma cicatriz de qualquer jeito que continua dolorida. As vezes, é preciso arriscar e tomar a primeira palavra.


Falar sobre o que você se sente, se expor, não te faz mais fraco, te torna mais forte que qualquer outra pessoa no mundo.Entendi que a pressão pode continuar para o resto da vida, que as pessoas vão continuar sendo pessoas e pisando na bola para o resto da vida, que terão dias cansativos e chatos e repetitivos e noites de insônia, e chegar em casa abrir a geladeira e se acabar em pudim e chocolate, noites de chorar até dormir, momentos de sentir o coração partindo com tanta força que dói o corpo todo e parece que nunca mais vai parar de doer. 

E ai é que tem a possibilidade de escolha: focar nessas coisas chatas, ou focar naqueles momentos lindos de aprender uma coisa nova, de poder passar o dia com amigos queridos demais e incríveis, de risadas, de passar a noite conversando, abraços, os próprios momentos felizes dentro do hospital que eu não vou listar porque acho difícil alguém entender o quanto é bom conversar com um paciente, auscultar um coração ou mesmo andar pelos corredores do hospital de jaleco sentindo que está sonhando, porque é bom demais para ser realidade, de abraçar pessoas queridas, de descobrir que tem gente como você no mundo, de ver o namorado chegando em casa depois daquela semana longa, quente e cansativa. É nisso que eu escolho ver. É isso que eu estou escolhendo para dizer que a minha vida é. 

"Sempre ria quando você pode. É medicina barata".

Tudo o que eu entendi, aprendi, foi vivendo. A minha maior lição na faculdade é que na maioria das vezes, eu não sei como eu vou fazer, mas como eu tenho que fazer, parei de acreditar que tem coisas impossíveis. Aprendi que a maioria das coisas que parece um fim do mundo agora dificilmente terão importância dali duas semanas. Então não me preocupo. Eu vivo. Um dia de cada vez. 

Todas as imagens do weheartit.com

Daniela Mendes, 20 anos, futura médica. Seu maior sonho sempre foi cursar medicina. Coleciona sapatilhas e esmaltes, e é apaixonada por livros, seriados, culinária e gatos

0 comentários:

Postar um comentário

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...