5 de agosto de 2014

Guardiões da Galáxia- o filme é um dos melhores do ano e da Marvel


Muitos afirmaram, desde o inicio, que “Guardiões da Galáxia” era um “tiro no escuro”. Um filme com grande orçamento, com elenco de peso e apresentando ao público desconhecidos heróis, em meio a um cenário quase todo composto pela tecnologia CGI. Mesmo assim, a Disney insistiu no potencial do filme e em sua divulgação. Todo o esforço não foi (nem um pouco) em vão e o longa é, com certeza, um dos melhores do ano e também um dos melhores da Marvel. 

Sinopse: O aventureiro espacial Peter Quill (Chris Pratt) acaba se juntando a um quarteto de renegados alienígenas e assume o comando da equipe que protege diversos planetas. O grupo que compõe os “Guardiões” junto a Peter é formado pelos personagens Rocket (Bradley Cooper), um guaxinim atirador; Groot (Vin Diesel), um humanoide em forma de árvore; a mortal e enigmática Gamora (Zoe Saldana) e o vingativo Drax the Destroyer (Dave Bautista).


São muitos pontos positivos que fazem com que o filme, definitivamente, seja um ótimo programa de (puro) entretenimento. Todo visual, efeitos, cenas de ação bem feitas e não cansativas aliadas a um roteiro ágil e bem amarrado deixa o espectador ligado durante todo o desenrolar da trama. O longa é dirigido pelo novato James Gunn.

O destaque do filme, com certeza, são os protagonistas. O time é composto por cinco guardiões, ambos de raças alienígenas diferentes, cada um com sua personalidade e característica marcante. A começar por Peter Quill (Pratt): meio humano, meio alien, que deixou a terra ainda criança e atualmente é o nostálgico “senhor das estrelas”. Ele dá o passo inicial para juntar o grupo quando rouba um objeto cobiçado pelo vilão Ronan (Lee Pace). Fora o humano, o time é composto ainda pela única mulher do grupo, a durona Gamora (Saldana), sobrevivente de sua espécie aniquilada pela irmandade Baddoon. Drax (Dave Bautista) é o vingativo membro da entidade Kronos que esta atrás de Thanos para vingar sua família. Rocket Raccoon (voz de Bradley Cooper) é um guaxinim irônico, mal humorado e habilidoso que tem como aliado o sensível e forte Groor (voz de Vin Diesel), uma árvore mutante que controla a natureza e tem a capacidade de se regenerar. 


Ambos os personagens tem destaque na trama de maneira igual, de forma com que todos acabam ganhado a simpatia do público.  O longa é uma comédia com aventura que mescla diálogos inteligentes, nostalgia dos anos 80 e todo o fantástico visual das galáxias. O elenco ainda conta com astros consagrados como Glenn Close, John C. Reilly, Benicio Del Toro e ótimos vilões como Lee Pace e Karen Gillan como a enigmática Nebula.

Trilha sonora e referências a filmes marcantes;

Outro destaque absoluto das sequências é a trilha sonora completamente vintage e nostálgica repleta de clássicos e referências aos anos 60, 70 e 80. Nessa empolgante salada musical, somos apresentados às fitas tapes (e as hilárias dançinhas) de Peter Quill que vai desde "Hooked on a Feeling”, de Blue Swede, visto também no clássico de Tarantino, “Cães de Aluguel”; "Go All the Way" de Raspberries (também vista no filme “Quase famosos”); Moonage Daydream", de David Bowie; "Fooled Around and Fell in Love", de Elvin Bishop; "Come and Get Your Love", de  Redbone (da famosa cena inicial do filme) "Cherry Bomb", da banda de rock feminina The Runaways; até "Ooh Child", de The Five Stairsteps; “Ain't No Mountain High" de Marvin Gaye e Tammi Terrell (trilha do filme “Lado a Lado”, de Chris Columbus, com Julia Roberts e Susan Surandon); e "I Want You Back", de Jackson 5 da icônica cena final do longa.


Um dos melhores filmes da Marvel

Por fim, tenho a dizer que a Marvel acertou em cheio por mostrar novas caras em uma história quase, ou totalmente, desconhecida do grande público. Entretenimento de qualidade desde a primeira cena até o desfecho, que passeia desde a comédia recorrente (o que nada me incomodou) até a emoção verdadeira que envolve a relação de amizade desenvolvida entre os protagonistas no decorrer da história. Vale ressaltar que nunca a emoção foi tão grande na sala de cinema com um personagem que passa o filme inteiro dizendo apenas "Eu sou Groot".


Rendam-se, terráqueos, somos apresentados ao mundo dos Guardiões e você vai ficar bem feliz em fazer parte dele durante rápidas duas horas. Recomendo.

Avaliação: Excelente 


2 comentários:

  1. Olá, Jorge
    Tudo bem?
    Não sou muito fã desse tipo de livro, mas fiquei super empolgada com o trailer, achei super engraçadinho rsrsrs. Espero poder ver logo. Super ansiosa!
    Beijos*-*
    Território das Garotas

    ResponderExcluir
  2. Fala Poliana! Pois é... Eu também não estava muito empolgado por não conhecer a história, mas realmente me surpreendi muito! O filme é excelente. bjão!

    ResponderExcluir

Olá queridos leitores e leitoras!
Que bom que gostaram do post! Responderemos assim que pudermos.
Continuem comentando a opinião de vocês, porque é isso que faz o Coffee and Movies crescer e sempre melhorar.
Gostaríamos apenas que vocês seguissem algumas regrinhas legais para manter tudo em ordem:
- Não postem comentários anônimos. Esse tipo de comentário não será divulgado e nem respondido. Temos o maior prazer em sempre responder às suas mensagens e é importante então podermos saber quem são vocês. Além de estreitar nossas relações, não é mesmo?
-Tem interesse em divulgar o seu trabalho aqui no nosso espaço? Envie uma mensagem para Contato e especifique que se trata de publicidade e/ou parceria, para assim fazermos uma negociação.
- Saibam que todos os comentários postados aqui são moderados pela autora do blog, e ela não aceitará, em nenhum motivo, comentários machistas, preconceituosos, desrespeitosos ou difamações.

Obrigada por colaborar com o Coffee and Movies!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...